Óleo de melaleuca – Benefícios e propriedades

O óleo de melaleuca é extraído das folhas de uma planta originária da Austrália, a Melaleuca Alternifolia. Possui uma complexa composição formada por mais de quarenta nutrientes que beneficiam várias áreas do corpo, principalmente quando se trata de problemas cutâneos.

Seu poder curativo foi descoberto há milhares de anos por aborígenes australianos. Naquele tempo, de forma arcaica, o melaleuca tinha suas folhas amassadas pelos índios juntamente com lama para que se formasse uma pasta, onde era aplicada em cortes, feridas e infecções da pele. Ainda tratando-se de tempos passados e remotos dos povos aborígenes e descoberta das propriedades medicinais desta planta, haviam relatos que na época havia uma espécie de “lagoa mágica” onde os índios se banhavam para se recuperar de afecções dermatológicas. Na verdade, o que acontecia era que, neste mesmo lago, caiam muitas folhas de melaleuca em suas águas. Assim, a partir daqueles banhos eles aproveitavam dos benefícios medicinais da melaleuca e não sabiam.

Mesmo com todas estas histórias australianas, a melaleuca só foi considerada planta importante para a medicina em 1920, quando suas propriedades foram comprovadas a partir de testes.

Retomando ao presente

Passando a falar sobre os dias atuais, a melaleuca ainda possui grande força na medicina alternativa a partir de seu óleo, que é versátil e muito famoso.

Benefícios e propriedades

Óleo de melaleuca - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Com propriedades antibacterianas e antifúngicas, o óleo de melaleuca é constantemente utilizado no controle de oleosidade da pele e hidratação da derme. Conhecido como adstringente natural, tem o poder de secar espinhas, evitando que as mesmas inflamem ou deixem marcas desagradáveis na pele.

Apesar de mais conhecido no combate às espinhas, não apenas para a acne este óleo é utilizado! Problemas de pele como micoses, picadas de insetos, queimaduras, herpes, assaduras, verrugas e dermatites também podem ser tratadas com esta planta a partir de seus benefícios cicatrizantes, antissépticos e anti-inflamatórios.

Na área estética e cosmética, muitos produtos já são produzidos com esta matéria-prima. Encontramos no mercado géis, sabonetes, cremes e shampoos de cabelo com a melaleuca como princípio ativo. Com cerca de duas semanas de uso já é possível notar resultados nas áreas em que estão sendo utilizadas esta planta.

Contraindicações do óleo de melaleuca

No geral, a melaleuca não apresenta restrições. Entretanto, em alguns organismos e de forma raríssima, o contato direto causa dermatites indesejadas e alérgicas. Recomenda-se que antes da aplicação total dos produtos, seja feito um teste para se certificar de que não possui reações adversas à substância.