Óleo de fígado de tubarão – Benefícios e propriedades

É difícil conhecer alguém que nunca ouviu falar do óleo de fígado de tubarão, mas isso não quer dizer que essas pessoas saibam dos reais benefícios que ele traz para o organismo. O aumento de anticorpos e o reforço no sistema imunológico são apenas alguns dos resultados obtidos quando se segue um tratamento a base desse suplemento alimentar, que deve ser consumido diariamente.

Óleo de fígado de tubarão - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Os componentes

Várias pesquisas vêm sendo feitas ao longo dos anos a respeito do óleo do fígado do tubarão e seus componentes, recentemente um grupo de cientistas suecos, que estudavam o óleo há mais de 30 anos, atribuíram o alto poder imunológico dos tubarões à alta dosagem de alcoxigliceróis e alquilgliceróis presentes no óleo do fígado dele, que em algumas espécies chega a ser 100 vezes maior que a quantidade normalmente produzida pelo fígado de um homem adulto comum.

Ás cápsulas feitas com esse óleo passam por um processo natural que garante a alta concentração dos alquilgliceróis. Durante o processo, que é bastante sofisticado, são eliminadas impurezas, colesterol, toxinas e metais pesados contidos no óleo, deixando ele próprio para consumo.

Oxigênio

Uma substância contida no óleo de fígado de tubarão, chamada de Squalene, é o grande motivo de o óleo ser usado de maneira terapêutica. O Squalene é uma substância bioquímica importante encontrada em grande quantidade no óleo do fígado de tubarões que habitam em águas profundas dos oceanos.

É dito que o uso de Squalene diminui consideravelmente a probabilidade de doenças vasculares e dores musculares. Isso acontece graças a capacidade que o Squalene tem de produzir oxigênio intracelular. Ele aumenta a quantidade de oxigênio em cada célula, proporcionando um melhor metabolismo e contribuindo para que as células se desenvolvam e se mantenham melhor.

Indicações e benefícios do óleo de fígado de tubarão

O óleo de fígado de tubarão é indicado contra várias doenças e pode ser administrado via oral, pois dessa forma ajuda na formação de anticorpos e combate constipações, resfriados, gripes e funciona como cicatrizante. São recomendadas duas cápsulas por dia, uma antes do almoço e outra antes do jantar. No entanto o óleo também pode ser utilizado externamente:

Doenças de pele – A maioria das doenças de pele pode ser tratada com o óleo de fígado de tubarão. Para isso basta umedecer a área afetada antes de aplicar o óleo. Esse procedimento é indicado principalmente nos casos de frieira e fungos. É importante só realizar o procedimento após autorização médica.

Aftas – O óleo atua muito bem prevenindo inflamações. Faça um bochecho com água antes de aplicar o óleo diretamente no local com o abscesso.