Óleo de monoi – Conquiste pele e cabelos perfeitos!

O óleo de monoi faz parte do grupo de concorrentes diretos do já tão famoso nas prateleiras óleo de argan. Originário do Taiti, esta fórmula está se tornando cada vez mais popular entre as mulheres sendo conhecida também como “óleo da beleza”. Poderosa matéria-prima utilizada em produtos dermatológicos e capilares, sua propriedade hidratante é imensa!

Este óleo é produzido através da maceração das flores de Tiaré, unido posteriormente ao óleo de coco (também muito comum entre à população feminina).

Propriedades do óleo de monoi

  • Reparadora;
  • Hidratante;
  • Restauradora;
  • Emoliente;
  • Nutritiva.

Benefícios para a pele

Óleo de monoi para pele

Foto: Reprodução

As mulheres naturais do Taiti foram as primeiras a utilizar-se das vantagens do monoi e garantem que seu uso contínuo é capaz de prevenir e reduzir as desconfortáveis estrias e celulites. A sua aplicação na pele é capaz de garantir uma textura sedosa e hidratada muito facilmente. Promete também devolver a maciez e umidade natural à pele, revitalizando dermes ressecadas e envelhecidas.

Além do público feminino do Taiti já ter comprovado muitos benefícios a partir da utilização do óleo de monoi no cotidiano, a ciência também já procurou afirmar tais dados a partir de estudos. Países como França e Polinésia já realizaram pesquisas que realmente demonstraram a eficácia deste óleo em peles, principalmente a sua ação quase que imediata tratando-se das mais maduras, tornando-as nutridas e devolvendo parte da elasticidade outrora perdida com o passar dos anos.

Todas estas ações renovadoras existem graças à presença de ácidos graxos (ômega 3 e 6) em seus princípios ativos, que auxilia na melhoria da cútis.

Como seu uso é recomendado: Utilizar após o banho, com a pele ainda úmida.

Benefícios para os cabelos

Óleo de monoi para os cabelos

Foto: Reprodução

O uso do óleo no monoi nos cabelos promete proteger os fios e fortalecer aqueles mais danificados (por isso é extremamente recomendada a sua utilização antes de exposições à praia, sol ou piscina), fazendo com que eles recuperem a elasticidade, brilho e vivacidade a partir do uso contínuo deste produto.

Além de agir nas camadas capilares externas, a existência do ácido linoleico como princípio ativo tem o objetivo de agir também nas partes internas, fortalecendo os cabelos desde sua membrana celular, diminuindo a quebra e as pontas duplas.

Como seu uso é recomendado: Espalhar algumas gotas de óleo na palma da mão e passá-lo por toda a estrutura capilar, de cima pra baixo. Pode também ser utilizado antes de escovas ou chapinha, para o menor prejuízo dos fios.

Cuidado!

Em alguns casos raros, o indivíduo pode manifestar alergias a este óleo. Antes de sua utilização, realize teste de sensibilidade (aplicando certa quantidade do produto na parte interna do braço e esperando agir por uma hora. Caso haja alguma reação, evite sua utilização).