Óleos essenciais para gripe

Entre os meses de Abril e Outubro a população brasileira enfrenta os desagradáveis sintomas da gripe, que vem a se manifestar por conta do tempo mais frio que se instala no país nesta época do ano. E isto já virou rotina. A gripe é uma doença causada por vírus e que acomete as vias respiratórias, prejudicando o bom funcionamento dos pulmões.

Óleos essenciais para gripe

Foto: Reprodução

Seus sintomas mais comuns são as constantes dores de cabeça, fraqueza, tosse, febre, congestionamento nasal, dores musculares e na garganta. A propagação do vírus se dá por meio da inalação do mesmo, provocada por uma pessoa já infectada que dissemina gotículas de saliva no ar ao tossir ou espirrar, por isso é bastante importante termos o cuidado de proteger o rosto na hora de fazê-los. Depois que o vírus se instala no organismo estima-se um período de até quatro dias para que o mesmo venha a se manifestar acometendo o paciente com os sintomas citados acima.

Para o tratamento desta doença tão comum a maioria dos médicos costuma receitar remédios que aliviem os seus sintomas como analgésicos, descongestionantes nasais e expectorantes, por exemplo. Contudo, a melhor prevenção sempre é a vacina, que impede que o vírus faça novas vítimas a cada ano, apesar do número de acometidos ainda ser bastante alto nos períodos mais frios do ano.

Os óleos essenciais

Além dos tratamentos tradicionais há uma gama de tratamentos naturais muito eficazes que podem ser usados no combate à gripe como chás e o uso de óleos essenciais. Os óleos essenciais são altamente concentrados por serem extraídos diretamente das plantas carregando as propriedades da mesma de que é proveniente. Eles são usados na aromaterapia penetrando em nosso organismo pelo sistema respiratório por meio da inalação. Para o combate da gripe existe alguns óleos essências dos quais podemos fazer uso. São eles:

Óleo essencial de limão

O limão é composto essencialmente por uma substância chamada d-limoneno, o que o torna um ótimo antimicrobiano, bactericida, tonificante, antitérmico e colabora generosamente para a produção de glóbulos brancos, responsáveis pelas defesas do corpo.

Gengibre

O óleo essencial de gengibre é composto por gingerina, cafeno, pineno, zigibereno. Estas substâncias o tornam um ótimo analgésico, bactericida, expectorante e rubificante. É ótimo para o tratamento das secreções, tosse, amidalite e dores de garganta em geral, ajudando ainda a diminuir a febre e aumentar a sudorese corporal.

Hortelã-pimenta

O óleo de hortelã-pimenta é composto basicamente pela substância conhecida como mentol e é um excelente analgésico, anti-inflamatório, antiviral, descongestionante, expectorante, vasoconstritor e antitérmico. É bastante indicado também para quem sofre de sinusite.

Tomilho

O principal composto do tomilho é o timol, a substância que lhe confere às vezes de bactericida, viricida e por dilatar os brônquios possui efeito antiasmático. É recomendado também para o tratamento de dores na garganta e afonia.

Eucalipto

É um santo remédio no auxílio dos tratamento de rinite, sinusite, bronquite e asma, por conta da sua principal substância, o eucaliptol. Também alivia a tosse, falta de ar e os chiados no peito por dilatar a musculatura dos brônquios, atuando ainda no combate à febre.

Tea Tree

O óleo essencial de tea tree está entre uns dos mais indicados para o tratamento dos sintomas da gripe.

Os óleos podem ser usados na forma de inalação e aplicados à roupa para evitar a disseminação do vírus ou ainda na preparação de banhos quentes.